Alguns sinais que denotam um Obsessivo Compulsivo

Por Luzia Winandy

São consideradas certas formas errôneas de ver e interpretar a realidade própria dos portadores do TOC. Eles tendem a supervalorizar a importância dos pensamentos como se pensar fosse o mesmo que agir; tendem a supervalorizar o risco e as possibilidades de ocorrerem eventos desastrosos (contrair doenças, perder familiares, contaminar-se); tendem a superestimar a própria responsabilidade quanto a provocar ou prevenir eventos futuros; são perfeccionistas, perdendo muito tempo com a preocupação de fazer as coisas bem feitas e evitar possíveis falhas ou imperfeições e imaginam modificar o curso futuro dos acontecimentos com a execução dos rituais (pensamento mágico).

Cada pessoa pode apresentar uma ou mais destas distorções, que são mantidas mesmo as evidências sendo contrárias a elas, ou apesar de não terem comprovação na realidade.

Estas pessoas aprendem a usar rituais ou outras manobras psicológicas como atos mentais e a evitação como forma de aliviar a aflição que normalmente acompanha as obsessões, e por este motivo passam a repeti-los, mesmo que isto significa estar mantendo a doença. Evitam também de enfrentar seus temores até mesmo para confirmar que são infundado, o que permitiria livrar-se deles.

Luzia winandy

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags